2013 – o ano que não acabou (porque ainda é dia 28)

Olá!

Bem, eu estou distante deste blog desde outubro, coincidentemente ou não a época em que eu fui obrigado a pegar firme na escritura da minha tese e acabei abandonando o blog. Ensaiei postagens sobre alguns temas, mas elas não passaram do rascunho. Mas acho que, antes de entrar em 2014, eu precisava fazer uma pequena recapitulação de algumas pendências desse ano.

A primeira delas, é claro, é a F1.
Eu fiz uma proposta ousada de fazer postagens a cada corrida, e deveria supor que propor isso no último ano do meu doutorado era pura fantasia. Acompanhei metade do campeonato, mas não pude dar prosseguimento às análises. De lá pra cá tivemos poucas surpresas, porém: Vettel foi campeão antecipado, seu quarto título, provando que é mesmo um baita piloto e não apenas um bom piloto com a melhor máquina. Aliás, eu já cansei dessa afirmação: sempre que o piloto em questão não é um cara arrojado ou um maluco insistem em dizer que ele é “só carro”. Balela. Pilotos são competidores, precisam ganhar corridas. O piloto de maior qualidade na F1 é o Alonso, indiscutivelmente, seguido de Raikkonen. Mas isso não depõe contra a grandeza dos feitos do jovem alemão, um fantástico corredor que já está na história da F1.
O Massa, como também era esperado, saiu da Ferrari para a Williams. Aposta arriscada, a Williams não vem bem nos últimos anos. Porém pode dar certo, pois as diversas mudanças previstas pro ano que vem tornarão o carro algo muito diferente do que vimos nos últimos anos, o que pode favorecer esse tipo de aposta. Ele só precisa estar com a mente no lugar certo.

Em segundo lugar… bem, SURPRESA! O Puxa Cachorra voltou!
Claro que, excetuando meus amigos, quem visita esse blog provavelmente chegou aqui pelo puxa e já está sabendo da novidade, mas não custa avisar. A ideia, dessa vez, é voltar ao espírito original da época pré-fama: postagens esporádicas, sempre originais e sem a preocupação de dominar o mundo. E, se tudo der certo, eu publicarei lá em breve.

Por fim, a lista. Uma coisa que eu gosto muito de fazer é a minha postagem de melhores discos do ano. Eu já tenho na cabeça mais ou menos como ela será, já sei quem será o dono do Apolo de Ouro e com certeza haverão algumas surpresinhas na listagem. Mas o que importa é a diversão, além é claro de tentar contribuir com algumas sugestões para o repertório musical das pessoas.

Bem, agora estou me despedindo desse ano. Foi um ano de muitas mudanças na minha vida, especialmente no âmbito filosófico (não, não deixei de ser um comunistinha de mierda) e pessoal. Algumas perdas irreparáveis, algumas novas amizades e muitas boas surpresas. A vida é cheia delas, né?
De qualquer modo, a gente vai levando, sempre na medida do possível com um sorriso no rosto.

Boas comemorações e feliz ano novo pra todo mundo.

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s