Khayre!!

Khayre!

Thymós

As muralhas de Tróia pareciam instranponíveis.

Mas os aqueus, liderados por seus intrépidos heróis,

conseguiram fazer erguerem-se chamas

da grande cidadela de Príamo.

A noite velou os olhos daqueles que

sobre os escombros da também chamada Ílion

receberam Thanatos como irmã.

Apenas o frio Hades os esperava.

E é das Muralhas de Tróia que vem o canto que,

milênios adiante do grande Homero,

perscrutará os céus em busca da audiência afamada.

Beijado pela boca de Mnemosyne,

andarei pelas eras como sátiro dançarino.

Sapiência, julgava Odisseu, era sua principal característica.

Mas eu possuo A Palavra,

e dela colho o fruto de minha existência: a glória.

Sou-me Deus, esfacelo-me.

Explode meu thymós, e eu peço:

recolha os pedaços de minha psiqué.



SEJAM BEM VINDOS!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s